Resenha: Melancia – Marian Keyes

barrinha-divisoria-16

MELANCIA_1331335571BMelancia

Autor: Marian Keyes
Editora: Bertrand Brasil
Gênero: Literatura Estrangeira
Páginas: 490
Pontuação: 🌺
Sinopse: “Melancia é um romance sobre a arte de manter o bom humor mesmo nos momentos mais adversos. Com 29 anos, uma filha recém-nascida e um marido que acabou de confessar um caso de mais de seis meses com a vizinha também casada, Claire se resume a um coração partido, um corpo inteiramente redondo, aparentando uma melancia, e os efeitos colaterais de gravidez, como, digamos, um canal de nascimento dez vezes maior que seu tamanho normal! Nada tendo em vista que a anime, Claire volta a morar com sua excêntrica família: duas irmãs, uma delas obcecada pelo oculto, e a outra, uma demolidora de corações; a mãe viciada em telenovelas e com fobia de cozinha; e o pai, à beira de um ataque de nervos. Após passar alguns dias em depressão, bebendo e chorando, Claire decide avaliar os prós e os contras de um casamento de três anos. É justamente nessa hora que James, seu ex-marido, reaparece. Claire irá recebê-lo, mas lhe reservará uma bela surpresa.”

Esse livro conta sobre a vida da Claire, que é abandonada por James, seu marido, logo após dar a luz a Kate, depois de confessar que está tendo um caso com a vizinha. Humilhada e com uma menina que acabará de nascer, Claire volta para a casa de sua família. E nesse meio tempo eis que aparece o vizinho de 24 anos, Adam, um homem bonito e cheio de qualidade, onde acaba embarcando em uma aventura amorosa, cheia de complicações no caminho.

Apesar do tema proporcionado pela autora, Melancia foi de longe o livro que eu mais me decepcionei lendo, talvez pelas quantidade de indicações e por terem me falado o quão bom ele é. Só que peguei o livro achando que daria muitas risadas e que seria interessante, mas não consegui sentir nenhum desses sentimentos, na verdade parei de ler ele diversas vezes.

A Claire é uma personagem que tem um humor forçado, não é nenhum pouco natural e o pior de tudo que ela tenta ser engraçada o tempo todo e isso chega a ser irritante na leitura. Na verdade, a maior parte do livro são devaneios de Claire, que são completamente desnecessários.

Eu não tive uma experiência boa com esse livro, mas e vocês? Já leram? Gostaram?

🌺 Página 238
“As pessoas estão sempre encorajando-se mutuamente a fazer coisas que sabem que a outra pessoa não fará. E, depois, levam o maior choque quando a pessoa realmente faz.”
barrinha-divisoria-16
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s