Resenha: Quando as Sereias Choram – Mirella Ferraz

barrinha-divisoria-16

QUANDO_AS_SEREIAS_CHORAM_1404353298BQuando as Sereias Choram

Autor: Mirella Ferraz
Editora: Novo Século
Gênero: Literatura Nacional
Páginas: 400
Pontuação: 🌺 🌺 🌺  🌺 🌺
Sinopse: “Mirella Ferraz, autora de “Sereias – O Segredo das Águas”, nos brinda com um verdadeiro épico! Uma lenda esquecida será recontada. A história de uma sereia e de uma santa real, adorada e renegada ao mesmo tempo. Santa Murgen, a “nascida do mar”, a santa retratada como uma sereia, que incrivelmente mudou o mundo e até a maior religião existente. Eternizada nos Anais Irlandeses, ela conseguiu romper com tabus e estremecer o patriarcado.
Uma figura pagã inserida misteriosamente no seio de igrejas cristãs.
Amores, paixões, guerras e morte. O mundo viking visto através dos olhos aterrorizados dos cristãos, dos olhos azuis e sedentos por sangue de um guerreiro, mas principalmente, através dos olhos acinzentados de Liban, a menina que nasceu no mar e que carrega além de uma mágica ligação com o oceano e com um golfinho, questionamentos selvagens acerca do mundo que a rodeia.
Os mares escondem histórias misteriosas. E é uma, dentre tantas, que será contada agora. Porém, não se melindrem, será uma em especial.
Afinal, essa é uma história contada através das lágrimas. Lágrimas derramadas por sereias…”


A principio eu comprei Quando as Sereias Choram por conta da linda capa, sim, sou dessas que compra pela capa às vezes e estava sempre adiando a leitura dele, até que um dia eu falei, não, eu preciso lê-lo, antes de iniciar a leitura eu não estava dando nada para o livro, mas logo nas primeiras páginas eu já me senti fisgada pela narrativa e pela história da linda e magnífica Liban.

Liban veio ao mundo dentro do mar, por ajuda de uma sereia que segundo sua mãe a tinha abençoado e por essa razão tinha Liban sentia uma forte conexão com o mar. Sua mãe infelizmente morreu muito cedo, deixando sua filha com o tio, Burton, do qual não gosta nenhum pouco da sobrinha, e com a morte da mãe, Liban se jogou no mar para se matar, mas o que ela não sabia é que tinha alguém dentro do mar, sempre olhando e cuidando dela, que acabou enviando um amigo, Ulisses, que é um golfinho, que passou ser seu único motivo de esperança.

Sua vida era normal e solitária, não tinha amigos, fora o Ulisses e raramente conversava com alguém, ia à praia todos os dias, até que certo dia Ivar cruzou o seu caminho.

Ivar era um guerreiro viking e também o herdeiro de um império na Dinamarca e após um fracasso em sua última batalha, seu tio Ragnar o manda para cuidar de uma viagem comercial, para que repense nos erros que cometeu e é neste momento em que ele encontra Liban.

Depois que ambos se conhecem e sentem-se atraídos uns pelos o outro, eis que seus problemas começam, os dois travam uma batalha com os próprios destinos para que consigam ficar juntos.

Acho que eu não posso falar muito mais do que isso, pois se não soltaria diversos spoilers, mas o que eu posso dizer é que um livro completamente intenso e não tem nenhuma parte que deixe o leitor desanimar.

Liban tem uma beleza invejável, uma mulher forte e com a mente aberta para a sociedade da qual vivia. Ivar, bonito, forte como todo protagonista, mas aos poucos a autora vai nos mostrando que por trás dessa armadura que ele carrega ele tem muitos sentimentos. E o melhor de tudo nesse livro é que o amor deles não é aquele que os dois pensam da mesma maneira, Liban expõe o que acha mesmo ele discordando e vice e versa.

Outra coisa que eu amei em Quando as Sereias Choram é que fica evidente o quanto a Mirella Ferraz se empenhou em trazer na leitura todas as questões histórias e mitológicas, sem deixar perguntas e dúvidas no ar, a narrativa é fácil e rica em detalhes.

Esse livro foi de longe um dos meus preferidos do ano, foi minha primeira experiência com livros retratando sereias e já estou louca para ler outros sobre o mesmo tema, de tão apaixonada que fiquei.

Quando as Sereias Choram mexeu muito comigo, foi um livro que me fez rir, chorar e me emocionar e simplesmente recomendo para todos, para aqueles que não curtem ou nunca leram nada nacional eu peço para que deem uma chance para a Mirella Ferraz e para Quando as Sereias Choram, pois tenho certeza que não vão se decepcionar.

🌺 Página 226

“… Quem nos afasta de quem amamos não é o destino, mas nós mesmos. Ninguém pode afastar alguém de nossos pensamentos. Sequer a morte tem esse poder…”

C360_2015-02-22-00-10-09-284

barrinha-divisoria-16

Anúncios

4 comentários sobre “Resenha: Quando as Sereias Choram – Mirella Ferraz

    • Fico extremamente feliz por saber que amou a resenha, sério. ❤
      E nossa, esse livro é simplesmente perfeito, não consegui achar nenhum defeito, desde o início é tão intenso e nossa, fico sem palavras para ele.
      Vale muito a pena ler mesmo, estou recomendando para todos, fhidosghofdo.
      Obrigada pelo comentário, beijinhos. ❤

      Curtir

  1. Eu admito, que já me arrependi muito em leituras de livros nacionais, mas, eu não odeio(como conheço algumas pessoas que odeiam mesmo).
    Essa Frase:”Não julgue um livro pela capa”, não cola comigo ;), as vezes leio livros pela capa,E GRAÇAS A OS CÉUS, nunca me arrependi 😀
    Nossa sua resenha ficou show, acho que convenceu muitos a dar uma chance a literatura nacional,Parabéns :D.

    Curtir

    • Eu já li alguns livros nacionais dos quais eu nunca mais quero chegar perto, mas estou abrindo espaço para ler ainda mais, pois eu não posso generalizar, não é porque eu não gostei da narrativa de algum autor, que todos os autores nacionais são ruins, acabei colocando isso na cabeça e aos poucos estou lendo cada vez mais nacionais e estou me surpreendendo com diversos autores.
      E nossa, eu compro muito livro pela capa, e não tenho vergonha de falar, até hoje não me arrependi por isso, dfoihoihgf.
      E fico feliz por ter gostado da resenha. ❤
      Beijinhos.

      Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s