Resenha: Confie em Mim – Harlan Coben

barrinha-divisoria-16

CONFIE_EM_MIM_1259105514BConfie em Mim

Editora: Arqueiro
Gênero: Literatura Estrangeira
Páginas: 320
Pontuação: 🌺 🌺 🌺 🌺 🌺
Sinopse: “Preocupados com o comportamento cada vez mais distante de seu filho Adam – principalmente depois do suicídio de seu melhor amigo, Spencer Hill -, o Dr. Mike Baye e sua esposa, Tia, decidem instalar um programa de monitoração no computador do garoto. Os primeiros relatórios não revelam nada importante. Porém, quando eles já começavam a se sentir mais tranqüilos, uma estranha mensagem muda completamente o rumo dos acontecimentos: “Fica de bico calado que a gente se safa.”
Perto dali, a mãe de Spencer, Betsy, encontra uma foto que levanta suspeitas sobre as circunstâncias da morte de seu filho. Ao contrário do que todos pensavam, ele não estava sozinho naquela noite fatídica. Teria sido mesmo suicídio?
Para tornar o caso ainda mais estranho, Adam combina ir a um jogo com o pai, mas desaparece misteriosamente. Acreditando que o garoto está correndo grande perigo, Mike não medirá esforços para encontrá-lo.Quando duas mulheres são assassinadas, uma série de acontecimentos faz com que a vida de todas essas pessoas se cruzem de forma trágica, violenta e inesperada.”


Acabei lendo Confie em Mim no final do ano passado, mas sempre quis fazer uma resenha desse livro que tanto amo. Esse não foi o primeiro livro que li do Harlan Coben mas é um dos meus favoritos dele, sem falar que é um dos meus autores favoritos.

Quem está acostumado com leituras do Coben sabe que enquanto estiver lendo o livro, ele te fará pensar muito para solucionar todos os mistérios dos personagens e em Confie em Mim não é diferente, acho que não é um livro que vá agradar todos, pois ele tem uma pegada policial, mas acho que vale sim a pena se aventurar nesse livro.

O livro conta a história de Adam que era um adolescente normal e que viva de maneira tranquila com seus pais, até que seu melhor amigo, Spencer, cometeu suícidio e seu comportamento mudou da noite para o dia, seus pais Tia Baye e Mike Baye, estão super preocupados com essa mudança inesperada de comportamento do filho e com isso acabam desconfiando que Adam tenha algo a ver com a morte do amigo, com isso decidem colocar um programa de espionagem no computador do filho, assim monitorando tudo o que andava fazendo na Internet. E a partir daí começa uma corrida para salvar Adam dos apuros que acabou se metendo depois de seu desaparecimento.

Temos Jill, irmã de Adam, que diferente do irmão, não causa nenhum problema aos pais, aos 11 anos aparenta uma maturidade incrível, porém o problema que surge na história não é com ela e sim com sua amiga, Yasmin, que é alvo de bullying no colégio por conta de um comentário feito por um professor a respeito de pelos no rosto. Com isso, Jill se mostra forte e sempre segurando Yasmin nos momentos mais tristes, porém a amiga vai ficando cada vez mais com raiva e triste e as coisas começam a piorar…

Também conhecemos Betsy, que é mãe de Spencer, para ela a morte do filho ainda é algo que não consegue lidar e com isso ela mata a saudades dele visitando um site, que contem um memorial para Spencer. E quando ela acaba analisando a foto do dia da morte do filho, ela percebe que ele não estava sozinho e procura respostas atráves de Adam, que sempre foge dela.

Conhemos Susan Loriman e seu filho Lucas, que são vizinhos dos Baye, seu filho está muito doente e está precisando urgente de um transplante, porém enquanto Dr.Bate e outra médica estão procurando pessoas compátiveis na família para doação de rins, acabam descobrindo algo inesperado.

Em outro ponto da história temos Lauren Muse que é uma investigadora que está cuidando de um caso de dois assassinatos com mortes ao que parece coincidentes, e a grande questão é se tudo isso tem algo a ver com o desaparecimento de Adam.

O livro aborda diversos assuntos, deixando várias perguntas no ar como confiar ou não confiar em seus familiares? Invadir sua vida privada ou respeitá-lo por mais que corra riscos? Mas além dessas perguntas, ele aborda sobre drogas, preconceitos, doenças e diversas outras coisas e Coben retrata sobre todos esses temas e todas essas diversas histórias de uma maneira muito fácil e de forma muito clara, sem deixar questionamentos ou confusão. Confie em Mim tem sim diversos personagens, porém todos são de extremamente importante e todos eles tem um papel essencial na história.

Esse livro é tão bom que não conseguia pensar em nada até descobrir todos os mistérios, então se você gosta de livros que contém suspense Confie em Mim é uma ótima aposta, cheia de emoção e reviravoltas.

 

🌺 Página 309

“A confiança é assim. Podemos quebrá-la pelos melhores motivos do mundo, mas ela permanecerá quebrada para sempre.”

C360_2015-07-06-20-51-23-886

barrinha-divisoria-16

Anúncios

2 comentários sobre “Resenha: Confie em Mim – Harlan Coben

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s