Desejado do momento: Cem Anos de Solidão + Perdão Mortal

barrinha-divisoria-16

Oi, oi gente.

Hoje queria compartilhar mais um Desejado do momento com vocês. 😍 

Os livros que trouxe hoje é Cem Anos de Solidão que caiu na minha wishlist de um modo bem inesperado, esses dias estava na livraria vendo uns livros e uma mulher estava procurando uns livros e não conseguiu achar e fui tentar ajudá-la e em meio a isso começamos a conversar sobre livros e sobre o blog e ela disse que eu deveria de todas as formas ler Cem Anos de Solidão e quando peguei a sinopse do livro logo me interessei! E o outro livro é Perdão Mortal, que parece ser uma história incrível e envolvente.  


CEM_ANOS_DE_SOLIDAO_1403957768BCem Anos de Solidão

Autor: Gabriel García Márquez
Editora: Record
Páginas: 448
Sinopse: ““Muitos anos depois, diante do pelotão de fuzilamento, o Coronel Aureliano Buendia havia de recordar aquela tarde remota em que seu pai o levou para conhecer a fábrica de gelo”… Com essa frase antológica, García Marquéz, Prêmio Nobel de Literatura de 1982, introduz a fantástica Macondo, um vilarejo situado em algum recanto do imaginário caribenho, e a saga dos Buendia, cujo patriarca, Aureliano, fez trinta e duas guerras civis… e perdeu todas. García Marquéz já despontava como um dos mais importantes escritores latino-americanos, no início da década de 1970, quando Cem anos de solidão começou a ganhar público no Brasil. O livro causou enorme impacto. Na época, o continente estava pontilhado de ditaduras. Havia um sentimento geral de opressão e de impotência. Então, essa narrativa em tom quase mítico, em que o tempo perde o caminho, em que os episódios testemunhados e vividos acabam se incorporando às lendas populares, evoca nos leitores uma liberdade imemorial, que não pode ser arrebatada. E tão presente. Tão familiar e necessária. Em Macondo, os mortos envelhecem à vista dos vivos e os anjos chegam, sempre, em dezembro. Entretanto, García Marquéz nunca aceitou que suas narrativas fossem rotuladas como fantasia. Talvez porque isso exilasse Macondo num outro mundo, que nem a solidão ou a liberdade pudessem alcançar. Cem anos de solidão é a mais pura história do povo latino-americano. Mas ultrapassa o momento e expõe a alma dessa história – ou como é vivenciada.” 


PERDAO_MORTAL_1438251282518855SK1438251282BPerdão Mortal

Autor: Robin LaFevers
Editora: V&R Editoras Brasil
Páginas: 408
Sinopse: “Por que ser uma ovelha, quando você pode ser o lobo? Ismae Rienne, dezessete anos, escapa da brutalidade de um casamento arranjado no santuário do convento de São Mortain, onde as irmãs ainda servem deuses antigos. Lá ela aprende que o deus da Morte abençoou-a com perigosos dons e um violento destino. Se ela optar por ficar no convento, será treinada como uma assassina e servirá a Morte. Para reclamar sua nova vida, deve destruir a vida de outros. A mais importante atribuição de Ismae leva-a direto para o tribunal superior da Bretanha—onde se encontra terrivelmente sob preparada não só para os jogos mortais de intriga e traição, mas pelas impossíveis escolhas que deve fazer. Como entregar a vingança da Morte em cima de um alvo que, contra sua vontade, roubou seu coração?” 


Então é isso, espero que tenham gostado e comentem aqui quais livros vocês estão desejando no momento, ou se já leram Cem Anos de Solidão ou Perdão Mortal, comentem o que acharam deles. 😉 

barrinha-divisoria-16
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s